Páginas

segunda-feira, 19 de outubro de 2009


Não nasci pro estático
Nem pro estatístico.
Eu não paro
Nem me dou conta.

Conta outra!

***

Ouvir Fátima Guedes, aqui, tornou-se indivisível:

(...)Flor de sentimento
Amadurecendo aos poucos a minha partida
Quando a flor abrir inteira
Muda a minha vida
Esperei o tempo certo
E lá vou eu
E lá vou eu
Flor de ir embora, eu vou
Agora esse mundo é meu.

Imagem capturada do blog www.pracortarovento.blogspot.com

12 comentários:

Anônimo disse...

Muito o que conhecer. Isso é fato.

Tiago F. Moralles disse...

"Ficar parado é não aproveitar os melhores momentos da vida" já dizia um texto publicitário na pág. 48 na mesa do dentista no ano passado.

Adolfo Payés disse...

Un gusto inmenso conocer tu blog.. me ha gustado mucho. acogedor y tus versos son maravillosos, te sigo para poder leerte con mas frecuencia.


Un abrazo
Con mis Saludos fraternos...

Wilson Torres Nanini disse...

Deixe, então, que as estátuas se transformem em asas! Abraços!

Marcelo Novaes disse...

Receptiva
[ávida por
vida?], como
flor desabrochada.






Beijos,








Marcelo.

NDORETTO disse...

Anda, mulher que a alma carece de movimento!!!

bjs
neusa

A Moni. disse...

Há muito mesmo...inclusive quem escreve os comentários...rsrs
Abraços...

*

Não me diga que você aproveitou o mote e correu da cadeira do dentista, Tiago!!!

*

Bem vindo, Adolfo!
A casa está de portas abertas!

*

Wilson e Neusa... A transformação e o movimento chegam! Inevitavelmente. No momento certo!
Obrigada, vocês! Beijos...

*

Isso, Marcelo. Há que se sentir assim.
Um beijo!

Filipe disse...

Ah, assim eu fico até tímido de escrever poema! Sensacional, moça!!!

Silvana Nunes .'. disse...

Na intenção de divulgar o meu trabalho, cheguei até aqui. Muito bom o seu espaço, gostei bastante. Certamente voltarei mais vezes. Aproveito para convidar a conhecer FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER...em http://www.silnunesprof.blogspot.com
Se você gosta de histórias, garanto que vai gostar.
Saudações Florestais !

Mara faturi disse...

ai,ai essa é minha dinda poeta linda!!e além de me pasmar com sua poesia, ainda "canta" Fátima Guedes!!! aff...
bjãooo!!!!

Talita Prates disse...

ADOREI teu poema! Simples mas diz tanto, tanto.

Gosto muito de "Flor de ir embora".

Muito bom o teu blog!

Um bjo.
:)

Marcia Carneiro disse...

Fátima Guedes remete silêncio à tua poesia... Êta conjunção perfeita...báh!!! Bj amada, e minha poesia agradece demais tua visita.