Páginas

sábado, 10 de julho de 2010

Das possibilidades


Quem sabe, nunca houve mentira
Apenas erro de interpretação:
O sempre tem vida útil
- expira
E o nunca às vezes chega
- pela contramão.


Sugestão para ouvir: Lenine - É o que me interessa
Imagem: arquivo pessoal

30 comentários:

Carol Freitas disse...

A possibilidade de mudança é, de fato, a mais gentil...sempre.

Lindo tudo, Moni! Aliás, como de costume.

Beijo, beijo

Talita Prates disse...

quem sabe!
tu sabes tanta coisa, querida...

vir aqui é um luxo pra mim.
adorei a "casa nova".

um bjo MUITO GRANDE,

Tá.

marjoriebier disse...

Ficou lindo teu cantinho, Moni!!!

Sempre tão bom passeio aqui...

Ex (pira) ação...

Beijo

glória disse...

Esse "sempre" é quase uma providencial dose de elixir da ilusão. Suportaríamos sentir tanto e imaginar o horizonte de um fim?

O precioso de tudo é esse esparramar do amor, esse jorro luminoso de inconsequência!

Lindo aqui, mais linda ainda você!

bj

Í.ta** disse...

geeeeeeeente,
isso ficou muito muito liiiiindo!

e sugestão pra ouvir lenine é tudo!

e teus versos são mesmo tudo, mulher!

beijo beijo.

sidnei olívio disse...

Além de um poema brilhante, lição de vida! Beijos.

Gordinha disse...

E é isso que faz com que a vida tenha tão mais graça, se tudo tivesse literalidade, acabaria tudo em fumaça, ou melhor em pó.

Bjs!
=D

disse...

E quem vai saber?
É pra saber?

Beijodoceemti!

Aninha Kita disse...

Poeminha maravilhoso, Moni!

E adorei o novo visual do blog! Lindo, lindo e lindo! *-*

Beijos! E ótimas escritas, sempre.
Ana

Sylvia Araujo disse...

Lindeza esse amarelecer da casa nova. Condiz mais com o ouro das tuas letras.
E esse é coisa de quem sabe das coisas. ;)

Beijoca, Moni

RICARDO disse...

Belíssimo Moni!!!!

As vezes nem sei o que vou escrever para não parecer repetitivo(rs), mas é praticamente impossível ler o que vc escreve e não comentar...

*Lindíssimo tbém o novo visual do blog(incluindo a sua foto, energeticamente bela).

Bjos!

Barbara C disse...

E a vida continua assim cheia de possibilidades.

P.S:Gostei do layout novo.

BJS

Casa de Mariah disse...

a gente descobre já tarde demais que, aquele nunca que sempre existiu, acabou parecendo tempo demais.

Renata de Aragão Lopes disse...

Que sabedoria, Moni!

Por quantas vezes não falhamos,
única e exclusivamente,
na interpretação
dos fatos e dos dizeres?

Amei o novo colorido
de seu espaço!
Que a vida também
se embeleze...

Um grande abraço,
Doce de Lira

Felipe A. Carriço disse...

Moni,

SIMPLESmente fantástico!

Hamanda Freires disse...

Mais uma vez perfeito!

Mara faturi disse...

Dinda linda, vc sempre nos mostra a trilha certa;)
ADOROOOOOO!!!
bjo grande e saudade!
*postei no blogue, já estava criando mofo né???ehehehe

Myrela disse...

Dependendo do momento a mentira pode ser verdade. Por vezes uma coisa é dita como verdade, naquele momento é verdade, depois deixa de ser e vira mentira.
Eu acho...

Natural.Origin disse...

Muito bom...

Sorriso:)

FERNANDO COSTA disse...

COMO É LINDO O TEU ESPAÇO.

QUE GENIAL FAZES COM AS MÃOS, OU ALMA?

CONTEÚDO DE ALTÍSSIMO SABER, UM SENTIR, ASSIM QUASE PERFEITO.

FELIZ POR HAVER AQUI CHEGADO, E HEI DE VOLTAR PRA OUVIR TEU CANTO.

QUE SONHO ! ! !

Mary Pereira disse...

Senti gostinho de vida nesse poema seu.
E talvez a (contra)mão possa não ser mais tão 'contra' se encontrarmos palavras que adoçam o caminho!

Adorei este espaço. Já estou a segui-la.

Um beijo.

A.S. disse...

Moni...

Adorei a criatividade, sobretudo o jogo poético das palavras. O sempre e o nunca são as palavras mais levianas!

BeijOOO
AL

Paula Souzza. disse...

me diz porque escrever MUITO se você se expressou tao bem em TAO pouco?!

Paulo Rogério disse...

Sempre concisa! Palavras sábias. Quando tornaremos o desenho do momento tão essencial quanto o da vida que se projeta?
Beijo!

Rafael Castellar das Neves disse...

Humm....gostei disso!! Muito bom mesmo!! Gostei daqui e tô indo ver o Curta-Metragem...

[]s

Gisa Carvalho disse...

As mentiras sinceras às vezes podem ser interessantes.. ;)

NDORETTO disse...

Lindo o novo visual e amando seus poemínimos!!!!! Sou sua fã,minha filha...rsrsrsr
bjs
Neusa

aluisio martins disse...

tudo expresso profundo em minimas palavras. isso é arte e maestria.

Bebel disse...

Que bela verdade poética!
Corramarlinda!
Beijos, Naizinha

Flá Perez (BláBlá) disse...

GENIAL!
bjbjbj