Páginas

sábado, 22 de dezembro de 2007

Sob/Sub Controle


O melhor de tudo
É receber os atos de ataque
Com a certeza de que é tudo defesa
E que seus argumentos
São solenemente desarmados
Pelas minhas gargalhadas internas
Que colocam cada palavra no devido lugar.
Não precisa você querer
Para que eu possa entender tudo
Recolher cada farpa de olhar
Entender o ritmo das pernas que não param
Desvendar o significado das palavras não-ditas...
Sim! Eu virei bruxa
E de mim quase nada se esconde
A não ser o que de mim própria isolo
Pra efeito de segurança.
Assim,
Dito minhas teses,
Profiro teorias,
Crio minhas leis
Reinvento minhas condições.
Oriento minhas verdades...
Mantenho-me assim:
De óculos escuros.
Vez por outra o olhar me trai.
Foto: A Brito

Um comentário:

keila, a Loba disse...

Moni, como estão os dias de 2008, amiga? Tomara que estejam coloridos, perfumados, cheios de graça e esperança para aplacar as incertezas que nos rondam.

BeijUivoooooooooosssssssss da Loba