Páginas

domingo, 13 de abril de 2008



Céu meio encoberto, uma meia-lua meio que clareia a noite.
Parece estar tudo definitivamente pela metade e a única coisa por inteiro é a minha consciência. É de tamanha amplitude, de tão imensa claridade que nada se justifica por completo. Fica tudo no meio do caminho.

No rádio do carro, as canções não tocam até o fim. Até o refrão, tudo bem, mas dali em diante tudo parece e é repetitivo de tal forma que já não convence mais. Todos os poemas ficam inacabados. As primeiras palavras fluem, mas titubeiam nas vírgulas e findam no primeiro ponto de interrogação.

A razão perdeu-se a duas quadras do desejo.
Os planos adormeceram na metade do upload.
As vontades, ainda que fervam, ficam por aqui, pois não há certezas nem energia suficiente para se lançarem.

Talvez o estado adolescente de incompreensão seja mais propício ao teste, à loucura, ao risco. A lucidez dá a mão ao medo e se converte numa resistência tão sólida que não ousa sequer a ter a visão do precipício. Já não se cogita pular, nem pelo prazer do vôo.
Talvez eu tenha comprado gato por lebre e talvez eu tenha escolhido gato por saber lidar melhor com eles...

Mas de todas as consciências, a que mais perturba é essa certeza equidistante de que no meio, nada fica. As duas pontas do nó final estão em algum lugar esperando ser atadas. Basta que se retome o caminho e chegue até lá.

O problema é que no meu caso, esconderam o acelerador...





2 comentários:

keila, a Loba disse...

Estive ausente um tempãp, não foi? Estive adoentada, fui vítima de um diagnóstica precipitado, precisei me submeter a uma cirugia de emergência, mas, enfim, estou voltando. Como agora já fui liberada peló médico para descer as escadas, agora posso conversar com os amigos por mais tempo, pois meu quarto é no andar de cima e eu descia às escondidas para ver o mundo via internet.

Bom, estamos em campanha nos Uivos pelos motivos que exporei aqui:

É hora de informar ao povo brasileiro que os iraquianos têm barba e não são simpáticos como os tibetanos; não são tão espirituosos como os tibetanos, mas eles têm uma fé inabalável; empunham armas, soltam bombas e estão sempre procurando proteção contra atentados; as vezes não estão com roupas limpas porque estão defendendo o seu país.

Talvez por serem assim, o povo iraquano não tem conquistado a simpatia de grande parte do mundo em favor da liberdade daquele país, mas o que mais nos deixa temerosos é que continuemos a aceitar a farsa americana de que eles têm arsenais bioquímicos para serem usados contra nós. Se tivessem, já teriam usado.

Eis o motivo pelo qual deveremos repassar esse e-mail e muitos outros que virão a quanto pudermos, pois o povo brasileiro não aceita o holocausto revivido que Bush e a Onu estão impondo aquele povo. Não podemos deixar que a loucura de BusHitler seja revivida em pleno século 21.

Você, eu e milhões em todo o mundo sabem que nós somos os donos do nosso país, o Brasil é a nossa casa, o mundo é parte de onde vivemos, e por isso não aceitamos que nações tidas por poderosas entrem, sem o consentinmento do seu povo, para promover o vergonhoso holocausto que estamos vendo todos os dias pela televisão.

NÃO CALEMOS A ISSO, AMIGOS.

Deixe seu e-mail nos Uivos e enviarei a mensagem com dados precisos. Obrigada, querida.

BeijUivooooooooooooooosssssss da Loba

Webcam disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Webcam, I hope you enjoy. The address is http://webcam-brasil.blogspot.com. A hug.