Páginas

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

E mesmo que a cada dia
Haja um novo acordar
Ela resiste
E insiste em sonhar.

Imagem capturada da página www.erinoirexia.tumblr.com/post/252527604

26 comentários:

Talita Prates disse...

eu gosto da esperança plausível.
só dessa, ultimamente.

olha,
depois veja o meu poema "Do fruto da vida" e o trecho da Clarice logo abaixo, e me diga o que acha do possível paralelo entre as nossas idéias (tuas, minhas e de Clarice).

Um bjo, Moni,
e ótima semana!

Talita
História da minha alma

Dani disse...

sonhar já faz parte de mim, disso não abro mão... enquanto viver, sonharei!! rsrs
hum... assim a vida fica menos difícil, acredito eu..

;)
beijinhos

Tiago Moralles disse...

E não é isso que nos salva da rotina?

Filipe disse...

Sensacional... Teu estilo é algo a ser admirado e divulgado!

Cristiano Contreiras disse...

Sensibilidade e inteligencia por aqui, seu espaço me cativou!

te sigo, Moni

Elcio disse...

E a cada novo acordar, novo tb o sonho, afinal, a vida é cíclica.

Coisas da vida.

É isso aí.
Bjs

Elzenir Apolinário disse...

Só mesmo os sonhos são capazes de amenizar os revezes da vida. Bjs

Adolfo Payés disse...

Bello como siempre leerte. maravillosos versos..

Un abrazo
Saludos fraternos...

Geraldo de Barros disse...

Lindo, Moni!

que os sonhos durem mais do que uma noite, que sejam sempre a realidade de nossos dias

=)

Beijos!

Myrela disse...

É a Amelie, né?

"É preciso sonhar. Mas, com a condição de crer em nosso sonho...

Sonho, acredite neles!" (Lenin)

Felipe A. Carriço disse...

Sonhar acordado é a única realidade.

A Moni. disse...

Talita, fui lá e adorei ser um vértice dessa figura que você, Clarice e eu formamos (chique, isso!)
Obrigada, viu?

Dani... É a nossa realidade inventada... É bom, sim...pelo menos às vezes...rs
Obrigada por vir!

É sim, Tiago, é o nosso "flit paralisante"...

Felipe! Saudade! Inclusive dessa gentileza toda!

Ô, Cristiano. Que bom que veio e resolveu ficar... A casa é sua!

Verdade, Élcio...Roda mundo, roda gigante...

A gente até respira melhor, né, Elzenir!

Adolfo! Sempre um prazer a tua visita!

Geraldo, querido!
Gostei disso: Sonhos além da noite!

É ela sim, My! E olha...às vezes eu acredito muito, viu?

Que forte e franco isso, Felipe!

Beijos a tod@s vocês!

Í.ta** disse...

moni, que post lindo, outra vez!
parabéns pela sensibilidade.

deixo aqui, também, como não poderia deixar de ser, meus parabéns a ti, pela vitória do teu time sobre o meu.

apesar de minha frustração por tantos gols perdidos, é preciso sempre reconhecer e parabenizar o vencedor. e dessa vez foi vcs. e no futebol, sabemos, não há justiça, e sim gols. 2 gols a um pra vcs. e meus parabéns.

e meu desejo de que lá na frente venhamos a nos enfrentar outra vez, com boa sorte para mim. rsrs..

aquele abraço!

Cristiano Contreiras disse...

Carissima,

muito obrigado pelas gentis palavras e atenção ao meu blog. Gostei mesmo de sua expressividade por lá, poderia se tornar seguidora? eu já sigo seu ótimo espaço aqui...e vou te linkar a minha lista de blogs lá, se quiser faça o mesmo, adoro essa troca. beijos sinceros!

HNETO disse...

Às vezes ainda
sonho com Emile.

Gisa Carvalho disse...

Olha... Insistir em sonhar significa que estamos vivos! Resisitr é fundamental. Que venham sempre mais sonhos!

A Moni. disse...

Ítalo, obrigada... sempre delicado!
Obrigada pelos parabéns também! Fiquei de fato feliz. Até o próximo encontro!

Cristiano, eu que agradeço a ti, por oportunizar um espaço tão legal! Já te sigo e pus o link, ok? Essas trocas são sim, maravilhosas!

Aposto que Emile deve merecer seu sonho, Herculano...

E vamos resistindo, Gisa!

Beijos e carinho a tod@s!

Diu Mota disse...

Insistamos em viver.
Linda loucura...
Estarei por aqui.

Fern. disse...

Cada sonho é um novo mundo, é um amanhecer dentro de outro.
Delicioso, não?
Porque resistir?
Não, não vamos resistir...

NDORETTO disse...

Singelo, simples e bom como café e pão com manetiga. Adorei!

Diu Mota disse...

ah... Moni, nos sigamos poeticamente!

Diego Morais disse...

Legal o seu blog.
Passa no meu q volto aqui mais vezes.
:)

A.S. disse...

A Moni...

O sonho é intemporal minha querida!
não escolhe hora para chegar!


Beijos
AL

Renata de Aragão Lopes disse...

Sigamos sempre
com um pouco de Amèlie...

: )

Sylvia Araujo disse...

E que acordemos todos os dias um 'cado Amélie. Amém.

Beijoca

Talita Prates disse...

Moni, desculpe-me a demora em lhe responder.
É que está corrido por aqui, e sua resposta demandava uma reflexão (e resposta) mais elaborada. rs
Achei tua relação irretocável. Foi a mesma impressão que tive (precavendo-me, no entanto, de fazer valoração diante do teu engatinhar, o meu "erguer" e o voo da Clarice).
Somos tão imbuídos em exaltar a fantasia e o sonho em contraponto à realidade, que cantar o aqui-e-agora, a "ausência" da esperança, exige coragem e ousadia. Eu mesma tive esse canto tão presente à boca...
Achei melhor-impossível a escolha da imagem da Amélie (e adorei, eu que sou "amelística" fanática! rs). E acho que, de fato, ela teve seu encontro com a realidade (ainda bem!).
O que é perigoso é esperarmos um momento mágico em que a tampa de um perfume role de nossas mãos e vá bater num azulejo oco na parece, relevando-nos a "chave" para esse encontro com o real. Isso só acontece nos filmes... rs.
Meu poema foi escrito nesse sentido: é um alerta para a urgência da vida em abundancia que já é.
Que o sonho não seja a regra única de uma vida.

Querida, muito obrigada pela partilha "luxuosa".
Um beijo carinhoso e grato!

Talita.