Páginas

domingo, 19 de setembro de 2010

O beijo e seu endereço *


                                                                                   Foto: " O beijo" de Rubens Gerchman 


Li, em algum lugar do passado, um texto que falava sobre o tal “beijo no coração” e a cadeia de possibilidades, de sentimentos românticos que poderiam ser desencadeados pelo recebimento do próprio. Um beijo no coração recebido e estava posto o enigma: perceber a entonação, identificar o olhar, ler o movimento labial, tudo para encontrar o real paradeiro que o tal beijo queria tomar. Não lembro bem do desenrolar do texto, mas lembro que tinha acordo em achar um carinho meio esquisito para determinadas pretensões.

Já ganhei vários desses. Embrulhados com laço de fita e brilho no olhar como brinde. Confesso que não gostei, quis devolvê-lo prontamente e falei isso ao doador do beijo. Não, não foi rejeição minha, tampouco mau-agradecimento. É provável que eu não estivesse carente de beijo no coração, pelo menos naquele momento.

É uma pena, mas não dá pra sentir qualquer resposta do corpo a um beijo no coração. Vai ver que meu desejo tinha um endereço mais visível e mais fisicamente viável e sensível. Sem falar na perda criminosa de uma oportunidade de tocar o corpo, sentir o gosto, compartilhar da respiração, tudo sem deixar qualquer vestígio.

Eu não consigo mandar beijo no coração de ninguém. No da minha mãe, talvez. Sinto o beijo no coração como um ato que possui um carinho muito específico. Aquele carinho que ergue um muro largo, alto e resistente entre a boca que beija e o órgão que recebe. Nesse caso, o beijo me parece ficar na altura do peito, e do peito mesmo, não do seio. Quem dera! Será que é porque dizem que coração dos outros é terra que ninguém anda? Obviamente, se não se anda, muito menos se beija.

Estou certa de que no momento em que me dedicam “um beijo no coração”, essas palavras vieram acolchoadas de um carinho gigantesco. Mas no fundo, ou nem tão fundo assim, ainda que meio inconsciente, a intenção é outra. É como mandar um “beijo no juízo” Já ouviu esse? Eu já. Pra mim não passa de um recado, do tipo “cuide-se, tome juízo!”

O beijo no coração também tem entrelinhas, carrega seu recado implícito, ainda que pra mim, que o conheço bem, escancarado. Mandar esse tipo de beijo é pra reconfortar. Algo do tipo: um beijo no coração pra você que tem o seu tão inquieto, agoniado. Esse beijo no coração traz no bolso um elixir de paz, alento. E conforme-se só com ele, viu, baby? E assim, delicadamente, com um beijo resolve-se um mistério, esfria-se a caldeira do desejo, apaga-se o neon da expectativa. Beijo no coração é praticamente um ansiolítico!

Só se for pra você. Beijo no coração me deixa nervosa, não me aquieta a alma, não descompassa meu ritmo cardíaco, não causa nenhum suspiro, muito menos tira do casulo as borboletas que tanto querem bater asas no estômago...

Nunca vi carinho tão fisiologicamente comentado. Mas é isso mesmo. Quer me tocar o coração? Beije-me a boca, o olho, a orelha, as costas, a barriga, o pé. Descubra meu ombro para beijar. A distância, eu garanto, é muito menor, e o resultado, garantidamente eficaz.


* reedição de um texto já publicado aqui. é que esse beijo continua me incomodando. rs.

18 comentários:

Letícia Losekann Coelho disse...

Moni,
Eu tenho trauma do tal "beijo no coração"... Muito político fala isso.
Beijo no juízo é aquela coisa do tipo: "Tome juízo" que eu sempre respondo que se for de beber a gente bebe!
O melhor é beijo de verdade, carinho que chega... Que revela que se gosta. Beijos estalado, de leve, na bochcecha, na boca... Mas beijo.
Beijos no coração me deixa nervosa, também.

Beijo, sem ser no coração kkkk

Eduardo Silveira disse...

que bonito isso, moni..
sou leitor novo por aqui, por isso é a primeira prosa que leio. M. bom!
Bom vc ter tocado nisso. A expressão "beijo no coração" foi gastada tanto, mas tanto... que perdeu todo o carinho. Falo daqueles que tomaram esse, que deveria ser um ato profundo de carinho, por qualquer coisa, por uma coisa banal, como um "até logo" ou o "tome juízo" que vc citou.
bonito o final do teu texto. especialmente porque tira o foco do carinho pelo dizer. dizer é muito fácil. a questão é fazer... não é?

bjo!

disse...

Onde assino?
Beije meu corpo, ele manda o recado para o coração.

Beijo!

Marcia Carneiro disse...

O maior desejo da boca é o beijo... te entendo e concoprdo contigo ! Beijo no coração, só se for no meio do peito, encima da pele, onde q gente sente o coração batendo (enlouquecido. numa hora dessa !!!!!! Beijão Moni !

Í.ta** disse...

putz, lindamente lindo isso daqui, moni-moni!

amei isto: "Aquele carinho que ergue um muro largo, alto e resistente entre a boca que beija e o órgão que recebe".

delícia de escrita.

beijo no coração, na alma, nas palavras ^^

Mara faturi disse...

DINDA LINDAAA,

E EU IA JUSTAMENTE TE MANDAR UM BJO NO CORAÇÃO....rsrsrs
Ai,ai queridona,eu entendo bem esse teu "trauma", mas esse bjo é carinho, já recebi alguns e, te confesso,recebi de alguém que tb dá tantos outros, aff,perto e longe do coração;então , há chances dele se redimei ehehe!
*postei no curta, vai lá..não falo de bjo, mas de língua...uiiiiiiiii;)
Bjão ( deixo vc escolher o lugar, ahahaha)
Saudadesssss!!!
adoro ocê * ) * ) *)

Rafaela Figueiredo disse...

ai, que sinceridade linda! =)

também não conheço 'beijo no coração', mas certos gestos/palavras/imagens/pessoas conseguem fazer[-me] o coração sentir-se num abraço! sabe?
conheço esse. e gosto tanto...

=*

Guilherme Sakuma disse...

Odeio essa conversa de beijo no coração... também não sei responder e me recuso a responder. Respondo "Então tá."

Mesma coisa aquele troço de "Vai com Deus" e "Feliz Aniverário, que todos seus sonhos se realizem e tra lá lá, tra lá lá.."

haha, beijo.

Paulo Rogério disse...

Amei demais esse texto sensualíssimo! A cena reclama beijos suitis e tonitroantes!

Gisa Reyna disse...

Kkkkkkk
Nunca vi uma definição de beijo no coração tão fria... rss
Tu querias ganhar um BEIJO/BEIJO te mandaram um beijo no coração...rss..
Quando não temos segundas/terceiras intenções estes beijos acalentam o coração SIM!!!
Sem beijo pra ti... Praguinha!!.

eupoeta disse...

Que cores Moni.
Que cores.
Tão belo, intenso, verdadeiro!
Beijo-te os olhos para que seu olhar poeta sempre nos traga inspirações como essa.
Sussurro baixinho em teu ouvido:
Linhas tão lindas, só poderiam parecer-se com quem sabe ser: Você.

Bjo!

eupoeta disse...

Que cores Moni.
Que cores.
Tão belo, intenso, verdadeiro!
Beijo-te os olhos para que seu olhar poeta sempre nos traga inspirações como essa.
Sussurro baixinho em teu ouvido:
Linhas tão lindas, só poderiam parecer-se com quem sabe ser: Você.

Bjo!

Mary Pereira disse...

Será que é porque dizem que coração dos outros é terra que ninguém anda? Obviamente, se não se anda, muito menos se beija.

Um brinde a todas as outras vias de acesso ao coração, menos distantes e mais eficazes!

Sempre um prazer voltar aqui, querida!

Beijos

Dri Andrade disse...

Menina,
Esse tal beijo no coração tbm sempre me inquietou, apesar de que eu sempre o recebo como um beijo mais carinhoso do que o comum,mais ''reconfortante'' como vc mesma disse. Adorei te ler, me deu um novo olhar.

ja estou seguindo e aqui vou ficar.
beijos

so sad disse...

tambem me incomoda viu!
acho que esse beijo é igual quando vc dá um vale presente pra alguem ...
beijo!

Renata de Aragão Lopes disse...

Delícia de texto!

Concordo contigo:
há outros modos
de se alcançar
o coração...

E o tal "beijo na alma"? : )

Um abraço,
Doce de Lira

Myrela disse...

Primeiro pensei: acho que já li isso antes. Depois pensei: tenho certeza que já li... Ainda bem que tu colocou o recado da reedição, pois já ia dizer que era um auto-plágio...rsrs
Beijo no coração! (só de ruim...kkk)

emsgomes disse...

Muito Bom!
Um beijo no "coração da bochecha"
:)
Evandro